Nova área de pronto-socorro do Incor, do Hospital das Clínicas da USP, é inaugurada

, Arquitetura, Construção

Com investimentos de R$ 15,6 milhões, foi inaugurada nesta quinta-feira (27) pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin a nova área de pronto-socorro do Instituto do Coração (Incor), unidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP), a Emergência Referenciada.

A entrega da unidade de pronto atendimento faz parte das obras em andamento do Bloco III do Incor. “Estamos investindo R$ 58 milhões nas obras e reforma do sétimo andar, que se dedica à área de cardiologia e enfermagem, e do 8º andar, que é a área de pneumologia e cirurgia cardiovascular, leitos de UTI, e um bloco novo com pronto-socorro. Aqui é urgência e emergência referenciada para casos graves e um dos melhores serviços do mundo, cem por cento gratuito”, disse Alckmin.

Com 6.300 m² de área total, o Bloco III, quando concluído, vai interligar fisicamente a emergência do Incor com outros serviços de apoio ao diagnóstico e à terapêutica, como o Serviço de Hemodinâmica, Tomografia, Ressonância Magnética e Centro Cirúrgico.

“Aqui nós teremos, no mesmo pronto-socorro, cirurgia, colocação de marca-passo, hemodinâmica, tudo no mesmo bloco, toda a parte de diagnóstico e rapidez. Rapidez na ação, o que faz toda a diferença, porque estamos falando da principal causa de morte no mundo, que é o coração e vasos sanguíneos”, disse Alckmin sobre as instalações do pronto-socorro.

Modernidade

A unidade de pronto atendimento do centro de cardiopneumologia do Incor, considerado o mais moderno da América do Sul, vai proporcionar ainda mais eficiência ao atendimento de emergências cardiológicas e pneumológicas graves e gravíssimas de pacientes que são transferidos de outras unidades de atendimento da Grande São Paulo e que necessitam de cuidados de maior complexidade.

A reforma e ampliação do espaço mantém a capacidade atual de 900 atendimentos/mês, porém com mais conforto para os pacientes e melhores condições de trabalho para as equipes médicas. Com área de 1.600 m², o pronto-socorro conta com local específico para serviços de radiologia, equipado com sistema de radioscopia, que vai tornar mais rápido e seguro procedimentos como as passagens de cateteres de longa permanência, eletrodos de marca-passo provisório, balão intra-aórtico, punções de emergência, entre outros.

Uma das consequências de maior impacto com a entrega das novas instalações é a redução do tempo porta-balão, que é o intervalo entre a chegada de um paciente de infarto e a abertura com sucesso da artéria coronária comprometida.

Deixe uma resposta