Mater Health Services utiliza registro eletrônico para grávidas

Juliana

, HealthArq

 Novo sistema de informação de saúde, que segue as normas de EHR, foi entregue em apenas nove meses

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

A maternidade australiana Mater Health Services desenvolveu rapidamente um registro eletrônico de saúde para mulheres grávidas com o InterSystems HealthShare™ da InterSystems – líder em soluções para Saúde Conectada. O software permite o compartilhamento de informações de pacientes entre diferentes organizações de saúde, e fornece análises de dados que ajudam na tomada de decisão dos profissionais de saúde.

O novo sistema já está beneficiando pacientes e médicos ao oferecer uma alternativa eletrônica para os prontuários que eram emitidos em papel pelo Ministério da Saúde de Queensland Health nas maternidades públicas. Recentemente, uma grávida foi socorrida por uma equipe da unidade Mater’s Pregnancy Assessment and Observation, que conseguiu acesso ao tratamento crítico da gestante após acessar imediatamente no Healthshare suas informações clínicas, tais como resultados dos últimos exames. Isso só foi possível graças ao compartilhamento das informações feito entre os sistemas do seu obstetra particular e o da maternidade, possibilitado pela tecnologia da InterSystems.

O gerente de TI da Mater, Mal Tatcher, disse que a utilização do Prontuário Eletrônico de Saúde (EHR) tem sido bastante apoiada por pacientes e profissionais de saúde da comunidade da Mater.

O HealthShare permitiu à Mater concluir o projeto eHealth, financiado pelo governo federal, em nove meses – três meses para o projeto e apenas seis meses para a execução, o que significa que ele foi feito antes do prazo determinado que era 30 de junho de 2012. Agora, os serviços de saúde Mater foram contratados para um projeto de transição adicional para formalizar um Documento de Arquitetura Nacional Clínica (CDA) padrão para obter informações obstétricas.

Segundo o especialista de Integração da Mater, Andy Richards, o HealthShare permitiu montar rapidamente um sistema que, com outra plataforma de tecnologia seriam necessários mais programadores e muito mais trabalho. Ele diz que o HealthShare vem com uma série de módulos pré-definidos e pré-testados como: suporte para o padrão CDA, adaptadores Secure de entrega de mensagens, e mecanismos de transformação de dados clínicos, o que evita a instituição desenvolver essas tecnologias internamente.

Mater usa o HealthShare para se comunicar com clínicos gerais e visitar consultórios médicos para receber informação especializada obstétrica através da especificação técnica Entrega de Mensagens Segura desenvolvida pela Autoridade Nacional de Transição E-Health e publicado pela Standards Australia. As informações obstétricas são enviadas a partir de sistemas clínicos externos usando o HL7 CDA. O HealthShare transforma arquivos CDA recebidos, que incluem três interpretações diferentes deste padrão, em um único tipo de documento padrão e extrai as informações relevantes para criar um registro obstétrico da paciente. O arquivo CDA original é anexado ao registro para referência futura.

HealthShare combina então o registro obstétrico da paciente com informações de uma variedade de outros sistemas utilizados pela Mater, tais como registro de pacientes, farmácia e patologia, criando, assim, um Prontuário único e compartilhado. O Prontuário está disponível para médicos e pacientes externos por meio de portais da maternidade e um portal de pacientes da Mater desenvolvido como parte do Sistema de Registro Nacional de eHealth.

A Mater também usou o HealthShare para desenvolver uma interface para o Serviço de Identificadores Nacional de Saúde operado pelo Medicare Austrália. A interface foi uma das primeiras a obter o credenciamento sob o Programa de Consentimento, Conformidade e Credenciamento operado pela Autoridade Nacional de Transição E-Health. A Mater já obteve mais de 80 mil identificadores de saúde individuais, que têm acompanhado e verificado em relação às informações do paciente existente e adicionado ao EHR compartilhado Mater.

“Ao apoiar os serviços e padrões australianos de saúde conectada, a InterSystems está acelerando a entrega de sistemas de registros de saúde eletrônicos sob iniciativas do governo”, disse Steve Garrington, diretor do Grupo Comercial da InterSystems. “O projeto na Mater é um modelo para outras organizações que procuram fornecer acesso seguro e consistente a informações de saúde regionais e nacionais, como o Sistema de Registro Nacional de eHealth”.

Mater Health Services

O Mater oferece atendimento excepcional para mais de 500 mil pacientes por ano. Um ícone de Queensland, o provedor sem fins lucrativos de serviços de saúde opera sete hospitais, um instituto de pesquisa médica, patologia e empresas de farmácia – todos os quais são sustentados por apoio da comunidade através da Fundação Mater. Através de sua colocação de instalações públicas e privadas, A Mater é capaz de atender as necessidades da comunidade reinvestindo qualquer receita do negócio de volta para a prestação de serviços de saúde. Fundado em 1906 pelas Irmãs de Misericórdia, o conselho de diretores e funcionário da Mater, desde então, manteve a filosofia e missão de oferecer cuidados compassivos aos doentes e necessitados de acordo com os valores de misericórdia, a dignidade, o cuidado, o compromisso e a qualidade Com mais de 7500 funcionários e voluntários excepcionais, um compromisso de cuidado clínico, pesquisa e educação, A Mater é capaz de oferecer uma gama completa de serviços para atender as necessidades de nossa comunidade.