Hospital Tia Dedé (TO) ganha ampliação e adequação no Pronto-Socorro e fortalece atendimento a pacientes graves

Juliana

, Infraestrutura

O Hospital Materno Infantil Tia Dedé está mais completo para prestar melhor assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Porto Nacional e das cidades circunvizinhas onde o hospital é referência. Nesta segunda-feira, 27, o governador Marcelo Miranda; a vice-governadora Claudia Lelis; e o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, estiveram na unidade e entregaram adequações em toda a área do Pronto-Socorro.

Foram realizadas melhorias na sala de estabilização e implantadas a sala de medicação e a enfermaria pediátrica de observação com seis leitos. Além disso, foram entregues melhorias no sistema de climatização da cozinha e refeitório da unidade.

Na ocasião, o governador Marcelo Miranda destacou a importância da sala de estabilização e o avanço da Saúde no Tocantins. “Estamos sempre preocupados com a saúde, entregamos a sala de estabilização para um atendimento mais rápido e humanizado para que as pessoas que chegam na unidade em situação mais grave sejam avaliadas precisamente e que tenham a saúde garantida. Temos trabalhado muito com o Governo Federal, a sociedade pode ter certeza de que estamos unidos defendendo o que for melhor para todos”, enfatizou.

Sala de estabilização

A sala de estabilização é a estrutura que funciona como local de assistência temporária e qualificada para estabilização de pacientes críticos/graves, para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde. O ambiente contém leito com ventilador mecânico, um aspirador, um desfibrilador, um carro de emergência, um equipamento para eletrocardiograma, dois monitores multiparâmetro e outros equipamentos para salvar vidas.

Com a adequação da sala de estabilização, houve um melhoramento do fluxo de entrada de pacientes graves. No local, são atendidos pacientes com classificação de risco vermelha.

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, comentou a importância da sala de estabilização e o ganho para a unidade. “Essa sala traz segurança aos profissionais, ao paciente e à população. Aqui é um lugar onde vidas são salvas. É um espaço onde um paciente grave fica estabilizado e são ofertadas as condições mais seguras para ele ser transferido até outra unidade”, disse.

Enfermaria pediátrica de Observação

Composta por seis leitos, a Enfermaria Pediátrica de Observação é um espaço em que crianças e acompanhantes aguardam o fechamento do diagnóstico após o atendimento de emergência, antes de serem internados ou receberem alta, conforme explicou o enfermeiro do Pronto-Socorro, Marlúcio Rodrigues.

“O paciente que passa pelo atendimento emergencial, que não tem o diagnóstico fechado ou existe a necessidade de exames laboratoriais, exame de imagem ou até mesmo de administração de medicação, aguarda na sala de observação para receber um diagnóstico se ficará internado após avaliação de exames ou se receberá alta hospitalar”, disse.

Para a diretora-geral do Tia Dedé, Edith Aires, a nova sala de observação trouxe uma alegria para todos. “Era um anseio de todos, da população e dos servidores do hospital que ficaram satisfeitos com a sala. Dessa forma, podemos trazer um atendimento humanizado para nossos usuários lembrando que o hospital atende toda a regional Amor-Perfeito, que é composta por treze municípios para assistência pediátrica ginecológica e obstétrica”, destacou.

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, destacou ainda que a sala humaniza o atendimento, “com espaço adequado, medicação adequada, controle, coordenação e organização do atendimento. A saúde depende de organização e agora tem”.

Os pacientes são os mais beneficiados com as melhorias na unidade. Quem conta isso é a dona de casa Maristelia Ferreira, mãe da pequena Juliana, de um ano e quatro meses que está na sala de observação. “É maravilhoso ter essa sala de observação, antes não existia e, às vezes, ficávamos no corredor com as crianças. Agora, elas podem deitar, descansar melhor. As crianças ficam mais bem acolhidas. É muito bom”.

O Tia Dedé

O Hospital Materno Infantil Tia Dedé, de Porto Nacional, foi criado em 13 de julho de 2005. É uma unidade de urgência e emergência com pronto-socorro infantil que atende casos de patologias clínicas de crianças de 0 a 11 anos e 11 meses de idade e com pronto-socorro ginecológico e obstétrico que atende gestantes nas intercorrências da gestação, no acompanhamento da gravidez de alto risco e parto.

A unidade também colabora para o planejamento familiar no controle de natalidade, por meio de métodos contraceptivos e esterilização voluntária, além de oferecer serviços de internação, com a capacidade instalada de 50 leitos.

Na unidade, são encontradas as especialidades de pediatria, ginecologia e obstetrícia, nutrição, psicologia, assistência social, entre outras. Considerada unidade de Porte 2, esse hospital atende pacientes de urgência e emergência em pediatria, ginecologia e obstetrícia e é referência para em média complexidade para 13 municípios: Porto Nacional, Monte do Carmo, Brejinho de Nazaré, Silvanópolis, Chapada de Natividade, Natividade, Fátima, Oliveira de Fátima, Mateiros, Ponte Alta do Tocantins, Pindorama, Santa Rosa do Tocantins e Ipueiras.