Hospital São Rafael inicia atividades da Nova Unidade de Emergência Adulto

O Hospital São Rafael (HSR) abriu ao público, na última semana, a nova Unidade de Emergência Adulto, com capacidade de atendimento dobrada. Totalmente reformada, a unidade passou por ampliação na infraestrutura e por readequação de fluxo, visando maior agilidade no atendimento e melhor acolhimento de pacientes e acompanhantes, além de receber novos equipamentos e mobiliário

A nova unidade tem capacidade para atender até 300 pacientes ao dia, com tranquilidade e conforto, enquanto na anterior essa média era de cerca de 140 atendimentos/dia, visto que ampliou o número de consultórios de cinco para nove e passou a contar com um moderno núcleo de assistência ortopédica, com salas intercambiáveis, além de quatro ambientes de recepção e espera para pacientes e acompanhantes, organizados separadamente, visando contemplar as necessidades específicas dos pacientes, à medida que avançam nas etapas da linha do cuidado. Outro benefício é que a nova estrutura permitiu a ampliação do número de poltronas para medicação que passaram de 12 para 18 unidades, podendo chegar até 24, permitindo o atendimento simultâneo de um número maior de pacientes, sem prejuízo no tempo de espera.

Esta unidade contempla ainda uma sala exclusiva para o paciente em reavaliação, enquanto aguarda o resultado de seus exames. Inovações que representarão ganhos para o paciente, em termos de conforto, acolhimento e humanização durante todo o processo de atendimento.

De acordo com o coordenador da UEA, Peter Jacobs, a agilidade e a priorização dos pacientes graves e referenciados, conduzidos por serviços de ambulância foi um dos fatores determinantes na concepção do projeto da nova emergência, que conta com uma ala específica e acesso diferenciado para esse tipo de público. “Temos 5 leitos focados na estabilização rápida e seguimento de protocolos pois, a depender do quadro do paciente, o tempo é crucial para evitar sequelas, a exemplo dos acidentes vasculares cerebrais, os infartos agudos do miocárdio, dentre outros, e, por isso, a criação de protocolos específicos para esse tipo de cuidado faz toda a diferença”, pontua o coordenador.

Agilidade e acolhimento

Planejada para atender confortavelmente a atual demanda, mas já vislumbrando o crescimento da população da região, a nova emergência adulto passou por ampliação no número de guichês da recepção, que irá permitir o atendimento de até 50 pacientes por hora. “A nossa UEA é uma unidade de emergência complexa, que dispõe de recursos humanos e tecnológicos necessários e suficientes para que se possa atingir as metas no cuidado do paciente agudamente enfermo ou dos que cronicamente enfermos necessitam de suporte. Com essa nova estrutura, poderemos prestar esse atendimento com mais agilidade e com o acolhimento que o paciente e seu familiar anseiam nesses momentos que, por si só, já causam apreensão e fragilidade”, ressalta o médico.

A Unidade de Emergência Adulto do Hospital São Rafael está estruturada para funcionar em regime de plantão de 24h, com médicos clínicos de diferentes especialidades, cirurgiões e ortopedistas, além do time de especialistas de sobreaviso, acionados de acordo com a necessidade.

Deixe uma resposta