Hospital Municipal Raul Sertã receberá obras de ampliação no Centro de Tratamento de Urgência

Juliana

, Construção

Iniciativa visa agilizar os atendimentos de emergência. Outras obras no interior da unidade já estão em andamento

Garantir o acesso da população à serviços de saúde de qualidade é uma das principais prioridades para a atual gestão de Nova Friburgo. Para isto, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, tem feito um importante trabalho de reforma e ampliação da estrutura hospitalar. As intervenções que terão início, em breve, na frente do Hospital Municipal Raul Sertã são um exemplo disso e a promessa de significativas mudanças no atendimento emergencial.

Durante os próximos noventa dias, será construída uma Sala de Acolhimento e Classificação de Risco no Centro de Tratamento de Urgência (CTU), que, inclusive, é uma recomendação do Ministério Público Federal e também do Ministério da Saúde. O objetivo é implantar a triagem no atendimento de emergência.

O procedimento é feito segundo a classificação de risco de Manchester, uma metodologia científica que confere o grau de risco dos pacientes que buscam uma unidade de pronto atendimento. A triagem é respaldada pelo Ministério da Saúde e prevê que pacientes considerados com baixo risco podem aguardar até seis horas para ser atendido.

“Considerando que a prioridade máxima do hospital é salvar pessoas com risco de morte, a triagem é de fundamental importância. Isto porque muitas vezes, o setor de emergência recebe pessoas com casos simples, que são facilmente resolvidos no ambulatório e podem aguardar. Com a metodologia, priorizamos os casos de urgência e emergência”, explica a subsecretária de Saúde, Michelle Silvares.

De acordo com a diretora geral da unidade, Letícia Latini, assim como a frente do hospital, grande parte do estacionamento será interditado. Além disso, algumas mudanças no fluxo de atendimento serão necessárias por conta da obra. Sendo assim, a compreensão e colaboração de todos neste período são de suma importância.

“As pessoas que, até então, se dirigiam ao CTU para dar entrada na unidade, deverão a partir de agora se dirigir à entrada dos visitantes para tal procedimento. É importante que todos se conscientizem que se trata de um transtorno temporário, que visa promover benefícios incalculáveis a toda população friburguense”, disse.

Paralelo a isto, outras significativas intervenções já estão em andamento no Hospital Municipal Raul Sertã. Entre elas estão a reforma da lavanderia; restauração de parte do telhado; criação de abrigo para depósito de lixo hospitalar e a liberação de 30 novos leitos, que estavam fechados há mais de cinco anos. Além disso, uma parceria público-privada permitiu ainda a reforma de outros 60 novos leitos.