Hospital Moinhos de Vento reinaugura Centro de Cardiologia

Juliana

, Construção

Principais mudanças estão relacionadas ao modelo médico-assistencial e à modernização da estrutura física e tecnológica

O Hospital Moinhos de Vento reinaugura o Centro de Cardiologia nesta quinta-feira (28), véspera do Dia Mundial do Coração. Após três meses de reforma e com um investimento de aproximadamente R$ 2,2 milhões, a unidade localizada no terceiro andar da instituição ganha um novo modelo médico-assistencial. A estrutura física e tecnológica do centro, que integra a parte mais antiga do prédio C – onde ficam a emergência e os leitos de internação –, foi modernizada. O evento de reinauguração é apenas para convidados e inclui palestra sobre doenças do coração e visita pelo centro.

Conforme Carisi Polanczyk, chefe do Serviço Médico de Cardiologia do Hospital Moinhos de Vento, o Centro de Cardiologia vai oferecer maior comodidade e privacidade a pacientes, médicos e colaboradores. Os consultórios e os leitos foram ampliados, os laboratórios, otimizados, e o atendimento, reformulado. O que permitirá um aumento de até 15% no número de pacientes.

– O hospital investiu em mais qualidade no atendimento e na humanização dos procedimentos. Nós passamos a ter um local adequado para informar os familiares sobre diagnósticos mais graves, por exemplo. Esse é um momento importante e precisa de privacidade e cuidado. Queremos oferecer medicina de excelência sem deixar de valorizar o acolhimento e a humanização da assistência – diz a médica.

O centro, que oferece apenas atendimento particular, não deixou de receber pacientes durante a reforma. Por mês, a unidade realiza cerca de 2 mil consultas e em torno de 4,5 mil exames. Segundo Carisi, com processos mais ágeis, a expectativa é de aumento no número de atendimentos.

O evento de reinauguração terá início com a palestra A Cardiologia na Próxima Década: para Onde Vamos?, ministrada por Ibraim Masciarelli Francisco Pinto, presidente da Sociedade de Cardiologia de São Paulo. Serão debatidas questões como o aumento da expectativa de vida de pessoas com problemas cardíacos, o futuro do diagnóstico das doenças do coração e o perfil dos profissionais que atuam na área.

Também participarão da atividade o presidente da Sociedade de Cardiologia do Rio Grande do Sul, Gustavo Glotz de Lima, o superintendente médico do Hospital Moinhos de Vento, Luiz Antônio Nasi e a superintendente médica-adjunta e chefe do Serviço de Cardiologia da instituição, Carisi Polanczyk. Ao término da palestra, os convidados poderão visitar o Centro de Cardiologia e haverá um coquetel de encerramento. O evento ocorre no Anfiteatro Schwester Hilda Sturm.

Escultura

Além dos cuidados com a saúde, o novo Centro de Cardiologia receberá a escultura de um coração de bronze chamada Cybercor-1. A peça é composta por engrenagens mecânicas que representam a anatomia do órgão e sua permanente relação com os avanços tecnológicos. A obra é contribuição de Paulo Favalli, cirurgião plástico do Hospital Moinhos de Vento. Também escultor, o médico foi vencedor do Prêmio Figwal de Escultura no 5º Salão de Outono da América Latina.